sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Come with me?

São quase quatro da manhã, e eu como de costume acordada com meu café e meu cigarro ouvindo Killers que já não sai mais da minha vitrolinha: All I want... is to be with you. E penso no dia de hoje e nos dias anteriores e estar com você é a grande novidade, a surpresa. E eu achava que queria algo meio Radiohead, meio triste, meio apático tipo no alarms, no surprises. Estava tão enganada...
Quero estar com você, quero a sua companhia, seu colo, sua risada linda, seus telefonemas, porque você já está me acostumando mal e morro de saudades. E eu grito internamente e de alguma maneira você me ouve: come and take a swim with me.
Pensei que não pudesse me encantar mais, estava enganada novamente.
Post meio clichê, meio pateta, meio bobo, mas apaixonadíssimo.

3 comentários:

Helena disse...

Você só pode estar de brincadeira!

nina.harvey disse...

o primeiro comentário é: a helena não te conhece porque se conhecesse saberia que você não faz esse tipo de brincadeira, você larga a pessoa sem ela saber o porquê.

nina.harvey disse...

o segundo comentário é a nossa música que eu sei que você não esqueceu, porque tá grudada na sua pele e eu sei disso porque te conheço melhor do que você mesma.

"O jeito que você arruma seu cabelo procurando aquele efeito que o mundo não quer reparar
- Revela tanto!
E o tempo que demora para decidir se aquilo que está ouvindo é convincente para poder concordar
- E me deixa esperando.
Eu posso esperar

Assim que eu entro já no cumprimento eu reconheço as múltiplas perguntas que na ausência entram em meu lugar
Seus olhos fitam com medo.
A única certeza que eu tenho é absurda pois a dúvida sustento porque não me mudar
Pro seu apartamento
Hoje mesmo"

você é isso aí que a música diz, linda,pensativa,medrosa. e eu ainda te amo.