quarta-feira, 29 de abril de 2009

Resposta ao Sr. Maratimba Atento

No dia 30 de Maio de 2008, postei no blog um texto sobre José Luiz Agdamus, e infelizmente alguns comentários sobre tal texto só li hoje.
Um cidadão anônimo que se refere como "Maratimba Atento" parece acompanhar o caso, mas não parece estar a par dos acontecimentos. O sr.(a) anônimo colou em meu blog partes de processos do qual até a família do Sr. Agdamus desconhece, e que não são verdadeiras, já que até nomes de advogados citados nunca foram contratados por parte do Sr. Agdamus ou dos seus. E pergunto ao tal anônimo - se ele continua a ler esse blog - mesmo que tais informações postadas por ele fossem verdadeiras, se ele acredita que a justiça brasileira é realmente boa em sua morosidade? Porque realmente, de minha parte, acho uma vergonha que um homem tenha que esperar 2 anos na cadeia pelo seu julgamento. E sim, uma das informações do Maratimba Atento é verdadeira: O Sr. José Luiz Agdamus foi condenado por nossa justiça "incrível" e pelo seu sistema elegantíssimo - vide, a demonstração de Gilmar Mendes na última semana.
Como psicóloga acredito não haver uma única verdade, e sim, pontos de vista, e essa que coloco agora é uma: A família da vítima mora na cidade de Marataízes há muito tempo, e os réus, Sr. José Luiz e Maria Silvia há 10 anos. E tivemos um júri popular, que acompanhei e porque não tenho outra palavra para descrever, foi um show grotesco, um show de horrores promovido pela promotoria. Até novela da rede Globo, o prezado promotor citou, comparando a vilã com a ré querendo com isso a simpatia dos jurados (menos esclarecidos, claro). E se o cidadão anônimo acompanhou o mesmo julgamento que eu, viu que fora os insultos, agressividade e falta de classe dos promotores, eles não tinham sequer uma prova contra os réus. Mas sabe como é, sr. Maratimba Atento, cidade pequena, mentalidade pequena, os jurados tinham que condenar alguém para confortar a família inconformada com a morte da vítima. E condenaram. Pois bem, o Sr José Luiz gostaria (já que estará em liberdade, essa semana) de saber quais são as histórias desabonadoras que o sr. mencionou, porque ele as desconhece e faz questão de conhecer.
José Luiz Agdamus e Maria Silvia Agdamus não esconderam seus nomes, seu endereço e estão prontos (em todos os momentos desse inferno) a responder e esclarecer os seus pontos de vista, diferente do senhor que se esconde atrás de pseudônimos.
Mostre a cara e jogue de igual pra igual.

12 comentários:

Mila disse...

É lamentável que pessoas covardes falem sobre aquilo que desconhece. E não cito apenas o plano jurídico da questão já bem explicado no post, falo também do amor e do afeto que une esta família e que, acredito eu, dá forças a todos envolvidos para continuar lutando contra a morosidade da justiça, o sistema "elegantíssimo", comentários anônimos e mantém sempre esperança que tudo isto possa se resolver em breve.

Helena disse...

Como amiga da Mara acompanhei o caso e achei justíssimo o seu texto.
E coloco outro ponto de vista; independentemente da pessoa que vai ser julgada ser inocente ou culpada ela deve ter seu julgamento rápido e não ser tratado como animal dentro das cadeias brasileiras.
Assim como a Mara, o Sr. Agdamus, a Sra. Maria Silvia, a Mila que escreveu acima, meu nome está revelado e não anônimo como desse cidadão.

Lara Rodriguez disse...

Esse cara só pode estar de brincadeira quando refere que as pessoas têm que saber do caso antes de 'denegrir' a justiça brasileira - ou algo do tipo - não me recordo exatamente quais foram as palavras dessa pessoa que inacreditavelmente deve viver em marte. O cara não lê jornais, não assiste noticiários? Nem precisaria entender sobre o caso aqui descrito para saber que o sistema judiciário neste país não funciona - ou funciona para aqueles que podem pagar por uma sentença favorável. O povo em sua maioria é ignorante a ponto de decidir quem é culpado e quem é inocente e mandar para detrás das grades. Tá tudo errado como em quase tudo nesse país.
Ah sr. atento, meu nome é Lara Rodriguez e as pessoas aqui são decentes e corajosas para mostrarem seus pontos de vista sem usar apelidos.

Sara L.Miranda disse...

Um blog muito interessante e diferente.

Gstei muito desta mensagem.

Beijinho

Valentina disse...

Não vou ser repetitiva. Apoio tudo o que Mara e essas pessoas estão dizendo.

Anônimo disse...

Tudo isso é realmente lamentável. Mas... ele saiu fugido da Argentina, aplicou golpes ($) nos "amigos" da cidade de Santos/SP, de onde saiu na calada da noite, ainda deve um bocado por aqui pois arranjou muita briga. Talvez tenha o fim que merece ... lamentável é que eu torcia por esse argentino!!!

Familia Agdamus disse...

É no mínimo estranho que todas as críticas ao Sr Agdamus são feitas por anônimos, covardes fazem comentários, mais com total irresponsabilidade e provas. Saiu fugido da Argentina?..Estranho, nem a Interpol encontrou nada que o desabonasse! Aplicou golpes em amigos em Santos? Estranho, porque estes "grandes amigos santistas" nunca o procuraram para saber algo sobre tais golpes? Saiu na calada da noite?..só um completo idiota acharia isto, porque ele sempre deixou claro para onde foi, inclusive participando de todos os campeonatos de xadrez que teve oportunidade. Não só isto, mas umas das etapas do Campeonato Estadual de Xadrez era realizada dentro de sua pousada, amplamente divulgado. Por favor Sr. Anônimo covarde, não torça tanto por ele, torça apenas para que Deus o perdôe por tantas calúnias e difamações, e se tiver coragem, se identifique, assim a familía de Agdamus poderá processá-lo como o senhor merece.

Anônimo disse...

saiu fugido sim da Argentina, onde não pode mais voltar...na cadala da noite saiu sim de Santos ...fugindo sim de um processo de agressão a um menor ... aplicou golpes sim .... em Horácio Prol, Fernando Camargo ... uns R$ 30 mil naquela época ... é familia Agdamus ... continuo dizendo eu até que torcia por este argentino ... como ele está ???

Luisa Agdamus disse...

Sr. Anonimo, não vamos perder o nosso tempo com um imbecil covarde como vc, que se esconde atras de um pseudônimo para acusar e denegrir pessoas, mas se o senhor tiver razão, apenas apresente as provas e e se indentifique, porque se esconde? A maioria dos santistas só conhecem a lei de Gerson, "gosta de levar vantagem em tudo"!...Pessoas hipócritas, que usam torneios de xadrez para trairem as próprias esposas, afinal a família da esposa pertence a brega socialyte santista. Imaginem, se traem as esposas, (pior que elas tb sabem...coitadas!), imaginem o que fazem com os pseudos amigos...sem comentários...Eta turminha falsa, interesseira, invejosa, não sabem sequer o que significa fidelidade, lealdade, muito menos amizade. Se o Sr. Agdamus deu algum golpe aos pobres e inocentes santistas, porque estes coitadinhos, e tão frágeis, não o procuraram e o processaram? Ah...quem sabe porque 30.000,00 naquela época era pouco, e a família Prol não iria se expor por tão pouco...ou talvez porque sabem que por atrás de tudo, esta gangue de "bons amigos" santistas, nada mais era do que aproveitadores da amizade de Agdamus....procure um psiquiatra seu imbecil!

Anônimo disse...

Não fique nervosinha. São apenas comentários verdadeiros. Horácio e Fernando são apenas alguns nomes.
Como está o maestro Agdamus? Ainda está na cadeia ou já saiu?

Anônimo disse...

Quanta maldade em seu coração contra os santistas. A familia Prol e Camargo desejam a José Luiz Agdamus toda a paz que ele merece e sucesso onde quer que ele esteja.

Anônimo disse...

aqui se faz aqui se paga. Fico feliz e tranquila em saber que esse crapula e sua mulher estejam de alguma forma pagando por tudo o que fizeram minha familia e meus filhos sofrerem quando deu juntamente com Seu advogado (q graças a Deus esqueci o nome) deram um golpe em meu marido. Estelionato mesmo, em Santos mesmo. Passamos fome pois ele tirou até o apartamento que tinhamos. Sim, fomos burros. Mas a justiça de Deus é maior. Hoje reconstruimos nossas vidas, e ele?
espero que passando e chorando todas as lagrimas que choramos um dia. Estou de alma lavada.