segunda-feira, 21 de julho de 2008

O brilhantismo de Jennifer Connelly


Escrevi algumas críticas de filmes estrelados pela atriz norte-americana Jennifer Connelly quando contribuía para o "Caderno de cinema" e para quem me conhece não é nenhuma novidade que pra mim a Sra. Connelly ao lado da britânica Kate Winslet são as maiores atrizes cinematográficas do momento (momento = dez anos pra cá).

Jennifer estreou no cinema, ainda criança, sendo dirigida por nada menos que Sergio Leone em "Era uma Vez na América", fez magia ao lado de David Bowie em "Labirinto", encarnou uma homossexual no filme de John Singleton, "Duro Aprendizado", ainda pouco conhecida, ao lado de Antonio Banderas realizou o politicamente correto "De Amor e de Sombras" baseado no bom livro de mesmo nome da escritora chilena Isabel Allende. Com Jodie Foster produzindo e co-estrelando Billy Crudup, despeja sinceridade e dor no filme "Amor Maior que a Vida". Para muitos, seu melhor filme foi "Requiem para um Sonho" onde interpreta uma mulher viciada e prostituída. O reconhecimento do cinema popular ocorreu com o Oscar de melhor atriz coadjuvante (embora roube o filme) em "Uma Mente Brilhante". Em 2003 só não fez chover em "Casa de Areia e Névoa", uma das interpretações femininas mais consistentes dos últimos anos. Realizou junto com o diretor brasileiro Walter Salles, "Água Negra", um filme mal interpretado pela crítica em geral que não conseguiu capturar as nuances excepcionais do filme, e ela, mais uma vez, saiu ilesa de críticas negativas, assim como em "Hulk", um fracasso mundial que não mudou em nada sua filmografia. Nos últimos anos está gostando de fazer papéis de coadjuvante (papéis pequenos, não atuações pequenas), como: "Pecados Íntimos", "Diamante de Sangue" e "Traídos pelo Destino".

Jennifer é especial porque é diferente, é bonita sem apelar para uma sexualidade exacerbada, é mentalmente perturbada como evidenciam suas entrevistas, assim como as mesmas entrevistas revelam inteligência, bom humor e sensibilidade.

É politicamente correta (fez e continua realizando diversas promoções para diferentes causas sociais) sem ser careta. É indiferente aos holofotes, reclusa e concede entrevistas apenas para a divulgação de um novo filme.

Não tem medo de arriscar, já interpretou tudo quanto é tipo de gente em filmes independentes até os blockbusters, faz aquilo que acredita e isso se percebe pela força que empresta às mulheres que ela dá vida.
É diva sem ser esnobe, arrogante e super exposta. É elegante e não se repete.

No "Caderno de cinema" cheguei a escrever que Jennifer dá de 10 à 0 em atrizes super cultuadas como Fernanda Montenegro que já fez diversos papéis e tem sempre a mesma cara, o mesmo tom, os mesmos gestos, a mesma chatice. Connelly se desdobra e faz com que as pessoas se esqueçam dela para ajudar a personagem a ganhar credibilidade. De drogadicta, sem-teto, homossexual à alienada, esposa traída, esposa de esquizofrênico, faz tudo com perfeição, representa através do olhar (coisa bastante perdida hoje em dia no cinema norte-americano), da envergadura-postural, dos movimentos tênues, da loucura controlada.

Louca, linda, brilhante e perfeccionista. Alguém me prove que hoje tem gente melhor.

13 comentários:

Fernando Bassat disse...

Não tenho dúvidas que você conhece mais de cinema do que eu e acho que tem a sensibilidade de enxergar essas "nuances" que muitas vezes passa desapercebido por mim e por muita gente.
Mas uma pessoa mais ou menos antenada em cinema sabe que a Jennifer Connelly é uma das grandes mulheres do cinema contemporâneo, embora eu acredite que existam outras com o mesmo potencial, você citou Kate Winslet, e eu cito além de Kate, Julianne Moore, a própria Jodie Foster, Naomi Watts e neste momento Natalie Portman. E sei também que você gosta dessas atrizes citadas. Só queria saber de você o que faz com que a estupenda Jennifer Connelly seja mais que essas outras "divas" do cinema.
Respeitando obviamente a sua opinião e quando acreditando que posivelmente possa ser verdade, mas queria que você dissesse o porquê.

Mila disse...

Ma, conseguiu alugar o filme?

Fê, tava te procurando. Eu vi o que você escreveu no blog. Beijos, bonito.

Dani Baroni disse...

O que dizer sobre seu comentário no meu blog? Apenas que vc é uma querida...rs. Adorei, muito obrigada, tb gostei muito desse seu texto, eu tb sou fã das duas, especialmente da Kate. Beijo meu tb!

Valentina disse...

Fernando, eu acho assim como você que Julianne Moore é incrível assim como Jodie Foster, mas se colocaar numa balança, elas erraram mais ao escolherem determinados filmes. Jennifer errou em escolher Hulk, mas e a Julianne? Os esquecidos, filhos da esperança, parque dos dinossauros, todos eles são bem bem ruins.
Fora que a Jennifer tem um charme indesutível e mesmo em pequenos papéis, os papéis são memoráveis.
Lembro quando assisti Duro Aprendizado em que ela quase não aparecia, mas me identifiquei rapidamente com aquela personagem que da maneira dela queria melhorar o mundo. E acho qu é isso, a Jennifer do jeitinho dela melhora o nosso mundo, o mundo de quem é apaixonado por cinema.
Beijo Mara.Saudades já.

Helena disse...

Eu vejo você falando com tanto carinho e amor sobre a Jennifer que parecem que vocês se conhecem. (rs) E acho que você gostaria muito de desvendar os segredos dela (todos). Mas eu acho que conversando com você, entendo a sua admiração, acredito que seja pelo 'pacote' todo, pela loucura que você teima em dizer que ela tem e assistindo aquelas entrevistas que você me aconselhou, acho que talvez você tenha razão.
Mas a loucura chama a sua atenção,e a beleza e o talento e os papéis diversificados. Eu concordo que ela é a maior atriz do momento e acho ainda que ela é melhor que a Kate Winslet, já que os papéis da inglesa são mais parecidos uns com os outros.
Acho que Natalie Portman é bem mais nova em relação às outras ainda é cedo dizer alguma coisa.
E Fernanda Montenegro é realmente chata.
Mais uma vez você tem razão. (rs)
Beijos, querida.

reinaldo disse...

tava pesquisando sobre a jennifer e acabei aqui no seu blog :) achei super bacana como vc escreve e adorei o que escreveu sobre ela.Só não aconcordo qdo vc diz que ela é biruta,acho que ela é inteligente mesmo,eu mesmo não consigo acompanhar algumas coisas que ela fala. a kate winslet é mto boa mas ela é meio esnobe,tem postura de 'diva' e acho isso meio enjoativo,mas a jennifer deveria ter ganho o oscar em requiem por um sonho e casa de areia e névoa. e vc não citou cidade das sombras que é um filme bem interessante para quem gosta de ficção científica.
Bjão aí e foi um prazer ler uns textos seus

Gean disse...

A Fernanda Montenegro é muito 'cheia de si' mesmo e naquele filme 'casa de areia' ela aínda vem em dose dupla!
Agora, seu pecado maior é chamar o Raulzito de chatolino! Sem perdão!Rs.

Beijo Ma.

Helena disse...

Esse post deu pano pra manga.
Fernanda Montenegro é um saco mas a Fernanda Torres é essencial.
Jura que não gosta dela Gean?
Também não acho que a Kate Winslet tenha pose de diva, ela quase não se expõe também, mas a cara dela ao perder o Oscar as 5 vezes é muito boa! (Já deveria ter ganho uma estatueta há algum tempo), a mais ou menos Hilary Swank já ganhou 2 vezes!!
Ma, assisti Inside of Actor Studio e realmente a Jennifer é meio louca, ri sozinha, olha para o nada e se diverte no seu mundo particular. Gostei! (rs)

Fernando Bassat disse...

Oi Mila.
Beijos!!
(Até hoje eu não vi essas loucuras que a Mara vê e o resto do povo concorda.
Mas a faculdade de psicologia deve ajudar!

rodriguez_lara1 disse...

Tenho que concordar com o fernando, não acho que ela seja louca.
Não sabia que a Jennifer era tão popular e que a Fernanda Montenegro estava tão em baixa.
Beijinho Ma.

Gean disse...

Helena, agora vc me pegou... só achei as duas juntas um tanto quanto 'over'..rs.

Lara, a Fernanda M. é quase unanimidade! Particularmente acho que ela faz sempre o papel dela mesma, assim como o Lima Duarte etc. Achar a estes atores chatolinos é quase uma esquisitice..rsrs

Helena disse...

Gean,
não entendi o "over" mas tudo bem (rsrs). Vai ver é uma sensação muito familiar. (rs)

Gean disse...

Helena, assim: as Fernandas conseguem aparecer mais que a areia.. e olha que tinha areia eim! rsrs
Mas é só pra registrar um certo enjoamento com gente 'se acha'..rsrs